Pessoas que gostam de ficar sozinhas têm esses 6 traços de personalidade especiais

Pessoas que gostam de ficar sozinhas têm esses 6 traços de personalidade especiais

Em termos de nossa personalidade e como nos aproximamos dos outros, muitas vezes somos colocados em uma de duas categorias:

Introvertido ou Extrovertido.



É possível ser um pouco dos dois? Você já se perguntou quais qualidades compõem cada um e o que eles indicam?

Eu sou uma pessoa que adora ficar sozinha e, neste artigo, vou descrever o que acredito serem 6 características de pessoas que amam ficar sozinhas. Tenha em mente que esta é apenas minha opinião por experiência própria. Podem ser características diferentes para pessoas diferentes.

Mulher sossegada: pessoas que gostam de ficar sozinhas

Você tem um amigo que prefere ficar em casa compartilhando xícaras de chá e perder o Festival de Música do ano?



Você gosta tanto do seu tempo que vai viajar sozinho, ir jantar e tomar uma taça de vinho para um, bem como assistir a algum filme ocasional sem ninguém ao seu lado?

Em caso afirmativo, estou aí com você, porque faço todas as opções acima, mas o problema é ...



Pessoas que adoram ficar sozinhas precisam se explicar como se isso fosse contra a expectativa da sociedade sobre o que é normal e o que não é.

Aqui estão algumas grandes qualidades de pessoas que gostam de ficar sozinhas:

1. Eles são extremamente leais

Eles não costumam ter um amplo círculo social e, se tiverem, você não os encontrará todas as noites da semana com grandes grupos, fazendo fila para a abertura de um clube mais badalado. Em vez disso, procuram amigos significativos e confiáveis ​​com quem se sintam confortáveis ​​para receber em seu espaço e compartilhar detalhes de sua vida. Se você tem um amigo que gosta de ficar sozinho, pode garantir que essa pessoa estará ao seu lado nos bons e maus momentos.

2. Surpresa! Eles estão abertos a novas ideias

Só porque eles valorizam seus momentos de silêncio, não significa que não farão algo novo e emocionante. Eles apenas se certificam de ter seu tempo de silêncio antes de mergulhar em um atividade altamente social .

3. Eles têm um nível de cabeça

Eles passam muito tempo quietos por conta própria, aproveitando o tempo para navegar e contemplar situações, problemas e para realmente explorar quem são e o que desejam. Eles têm um forte senso de autoconfiança que irradia de dentro. Quando eles estão se sentindo estressados ​​ou o peso do mundo está se fechando? Eles passam um tempo sozinhos para recarregar, em vez de preencher o dia com distrações.



Eles são ótimos trabalhadores e têm certeza escolhas de carreira que se adequam aos introvertidos .

4. Eles se sentem confortáveis ​​com seus próprios pensamentos

Tenho certeza de que todos nós já encontramos essa pessoa que não consegue ficar sozinha com seus próprios pensamentos. Acredito que as pessoas que gostam de ficar sozinhas, principalmente no silêncio, têm a consciência limpa e não lutam com seus pensamentos íntimos . Claro, todos nós podemos ter dias de baixa, mas eles tendem a ser capazes de se safar de qualquer crise.

5. Eles entendem o valor do tempo. Seu e deles

Você notará uma palavra que continua surgindo em cada ponto. A palavra é 'tempo'. Acho que as pessoas que passam um tempo sozinhas entendem e apreciam seu valor. Eles colocam uma alta prioridade em disponibilizar esse tempo para que funcionem em seu nível mais alto e melhor; então, quando você está dando o seu tempo, eles entendem o que você abriu mão por eles. Eles têm um profundo senso de não perder seu tempo ou de estar com pessoas que estão desperdiçando o deles.

6. Eles exercem limites fortes

Todo esse tempo sozinho dá a essas pessoas o espaço para pensar sobre o que as motiva, o que funciona e o que não funciona e como comunicar isso de forma adequada. Na minha experiência, pessoas que gostam de ficar sozinhas têm fortes e limites saudáveis e exercem o direito de comunicá-los de maneira realmente saudável e clara.



Suas percepções mudaram? Você consegue ver alguma dessas qualidades em você ou em um amigo?

Todos nós temos uma abordagem diferente da vida; celebrar nossas diferenças é o que importa.